Absoluta

21/09/20 Atividade física

Retomada de exercícios requer cuidados

Aos poucos, algumas atividades vão sendo retomadas após serem totalmente interrompidas por conta da pandemia. Com a reabertura de academias e espaços para práticas de modalidades esportivas, alguns cuidados precisam ser observados para evitar nova parada. Para quem pensa em retomar os exercícios físicos após seis meses sem se exercitar, o desafio é voltar ao ritmo com o menor risco possível de lesões e, por isso, a retomada requer cuidados, salienta o presidente da Associação Brasileira de Medicina e Cirurgia do Tornozelo e Pé, José Antônio Veiga Sanhudo.

Nos consultórios, os especialistas observam que as rupturas do tendão de Aquiles, por exemplo, são habitualmente muito mais frequentes nos meses de outubro, novembro e dezembro de cada ano, quando os indivíduos que estavam sedentários durante o inverno retomam as atividades esportivas sem os devidos cuidados. “É importante retomar os treinos sob orientação de um profissional e de forma gradual, fazendo os exercícios com uma intensidade ou carga menor do que estava acostumado, para que o corpo possa se readaptar. A retomada das atividades na intensidade prévia à parada pode causar fortes dores musculares e lesões sérias, com comprometimento desta retomada”, ressalta Sanhudo.

O alongamento antes do treino, embora dispensado por alguns educadores físicos, é importante na visão do especialista, pois prepara o corpo para o esforço, diminui a tensão das estruturas musculotendíneas e tem por objetivo minimizar lesões, como o estiramento ou mesmo a ruptura destas estruturas. Jose Antônio recomenda que a retomada seja gradual, respeitando a regra de reiniciar os exercícios físicos com 50% da intensidade e 50% da carga que vinha realizando antes da parada, e aumentar não mais do que 10% por semana. “Com este cuidado, as chances de lesão são muito menores”, pontua.

Para quem deseja retornar às corridas, fazer exercícios para os músculos dos pés é essencial. “O pé é o primeiro amortecedor na corrida, mas ele precisa estar com a musculatura bem condicionada para exercer essa função, do contrário, o corpo tende a sofrer mais com o impacto de cada passada”, explica. Treinos de propriocepção (equilíbrio) são extremamente úteis antes da retomada, para minimizar lesões, especialmente as entorses. “Andar mais descalço também é uma opção para fortalecer os pés, pois a sola é repleta de sensores que ajudam o cérebro a controlar melhor o movimento e o equilíbrio”, finaliza Sanhudo.
 


Assine nossa Newsletter













Muito mais sucesso e sempre ! Beijão
Elaine Mello 

É com grande satisfação que o Grupo TPV, responsável pelas marcas AOC e Philips TVs e Monitores, parabeniza a Revista Absoluta pelos seus 18 anos. Ressaltamos a importância do veículo, que preza por conteúdo exclusivo e de qualidade, e que é uma fonte fundamental de informação para o público. Toda a equipe responsável pela edição da Revista Absoluta merece nosso reconhecimento e respeito profissional. Parabéns e sucesso, sempre! 
Marcos Contreras, CEO do Grupo TPV no Brasil
 

Entre em contato agora mesmo!


Desejo receber as novidades