18/09/19 Xô, pulgas

Saiba como eliminar esses parasitas

As pulgas são os principais parasitas externos dos pets e podem gerar alergias, verminoses, anemias e sintomas de estresse, além de criar uma repulsa por parte dos tutores, interferindo na relação deles com seus pets. “Uma característica importante é que as pulgas vivem apenas durante sua fase de vida adulta sobre os animais e, pelo resto do tempo, elas vivem no ambiente”, explica o veterinário Ricardo Cabral. Essa informação é fundamental para entender que, antes de se preocupar com os parasitas nos pets, é preciso atentar-se aos possíveis ambientes infestados. “Mesmo que o pet seja tratado continuamente com medicação antipulga, caso o ambiente esteja altamente contaminado, ele pode ser re-infestado”, avisa o veterinário.

Ambiente contaminado
A contaminação ambiental é explicada pelo ciclo de vida da pulga. “Este parasita se alimenta do sangue dos pets e as pulgas fêmeas são capazes de por cerca de 50 ovos por dia. Os ovos caem no chão, onde o animal dorme, e se desenvolvem em 1 dia e meio a 10 dias, dependendo da temperatura. Destes ovos, emergem larvas que se alimentam das fezes das pulgas adultas. Depois de 3 estágios larvais, elas formam um casulo (pupa), de onde emerge a pulga adulta”, ensina o veterinário.
A duração do ciclo depende das condições climáticas. A condição ideal para o ciclo da pulga é de temperaturas entre 20° e 30°C, com umidade relativa de 70 a 85%. Quando protegida em seu casulo, a pulga é capaz de sobreviver por até 6 meses até condições de desenvolvimento favoráveis, dessa forma persistindo no ambiente.

Proliferação
Para evitar a proliferação dessas pragas, é necessário sempre tratar o ambiente junto com o pet. “Existem produtos específicos para este propósito no mercado. Alguns são usados no controle de pulgas nos animais e possuem agentes que são eficazes contra os estágios imaturos das pulgas, podendo auxiliar no controle ambiental”. É possível encontrar no mercado antipulgas a base de spray, pipetas e coleiras, que combatem pulgas e carrapatos, além de comprimidos para controle e tratamento do parasitismo interno dos animais. “O ideal é sempre utilizar produtos antipulgas no pet, principalmente após o banho”, explica Ricardo.
Em paralelo, é indicado realizar também a limpeza mecânica no ambiente, como o uso de aspiradores de pó, além de sempre lavar todos os objetos dos cães, como brinquedos, cobertores, cama, travesseiros, entre outros. Já os jardins e áreas externas devem ser dedetizados a cada 30 dias.

Dica do veterinário:
“Se o pet apresentar qualquer problema clínico, o veterinário deverá ser consultado para verificar qual a melhor solução para o problema do animal”, finaliza Cabral.
 


Assine nossa Newsletter



























Quero agradecer e parabeniza-los pela matéria feita do Quality Itupeva na edição 105. Fiquei sinceramente impressionado com a estética e a riqueza de detalhes que fizeram ao montar à matéria!
Por favor, transmita nosso agradecimento a todos os envolvidos! Forte abraço!
Rodrigo Miluzzi
 

Temos muito a comemorar este mês, a Revista Absoluta completa a maioridade, seus 18 anos. Chega nesta idade com um know how grandioso em comunicação, uma trajetória brilhante, uma revista visualmente atrativa e de muito bom gosto.
Foram 18 anos muito bem vividos e, em cada edição, conseguimos ver o crescimento desse canal de informações que nos traz variedades de assuntos, sempre muito bem selecionados e escritos por pessoas capazes de produzir literatura de qualidade e que transformam palavras em emoções, além de informações para todos os gostos, sobre eventos e celebridades de nossa cidade.
Fico muito satisfeito em ter acompanhado de perto este crescimento e gostaria também de parabenizar a presidente da revista Sra. Betty Abrahão, pelo desempenho sempre à frente da revista, pelo bom gosto e dinamismo. Só posso desejar que Deus abençoe a todos os que contribuem direta e indiretamente pelo sucesso dessa revista, e parabenizá-los pelo desempenho especial de cada um.
Monsenhor Fernando de Godoy Moreira, pároco da Igreja Santa Rita de Cássia,