Absoluta

15/08/20 Flores na decoração

5 espécies de fácil cultivo para ter em casa

Ter flores em casa é uma ótima opção de decoração, uma vez que elas deixam os ambientes mais leves e agradáveis, proporcionando bem-estar e uma sensação de aconchego para o lar. Pensando nisso, o biólogo Maer José da Silva selecionou cinco espécies que florescem na estação, são fáceis de cultivar e vão deixar a sua casa mais colorida, cheirosa e alegre. Confira abaixo:


Orquídea Phalaenopsis



A flor é uma ótima opção para quem gosta de cor. Há opções roxas, amarelas e vermelhas, em diferentes tons. Seu habitat natural são as florestas tropicais, onde se entrelaça em raízes para se esconder do sol. Devido a isso, é uma ótima opção para locais fechados. Coloque-a em um espaço em que a iluminação do sol seja indireta e cuja temperatura varie entre 20 e 24 graus.


Camomila



É uma ótima opção para quem deseja deixar a casa perfumada. De porte pequeno, tem pétalas brancas com o miolo amarelo, semelhante a uma margarida, e floresce nas estações quentes do ano, como a primavera. Deixe-a em lugares da casa com temperaturas médias, por volta de 20 graus, e, de preferência, em espaços em que o ar seja mais úmido.


Lavanda



Outro exemplo de flor perfeita para quem deseja perfumar o ambiente da casa. Com caule extenso e semelhantes a arbustos redondos, se bem cuidada dura até 3 anos. Deixe-a em locais da casa onde haja exposição ao sol de mais de 4 horas.
 

Girassol



Tem este nome por ser uma planta que gira em direção ao sol. Sua altura pode chegar a um metro de altura e, fazendo jus ao nome, é uma planta que ama a luz do sol. A temperatura ideal é entre 20 e 26 graus e uma ótima opção de decoração é deixá-la na sacada de casa.
 

Bromélia



Muito conhecida no Brasil, é uma planta tropical com folhas vermelhas e verdes ideal para dar mais cor e vida à casa. Deixe-a em locais da residência onde haja exposição ao sol de mais de 4 horas. É recomendado deixá-la em espaços com temperaturas entre 15 e 25 graus.

O profissiona atende pelo GetNinjas, maior aplicativo de contratação de serviços da América Latina.
 


Assine nossa Newsletter













Eu acompanho a Revista Absoluta desde o seu nascimento, sua infância e sua adolescência. Ao vê-la hoje, em plena mocidade, posso afirmar, sem medo, que ela sabe como construir a sua própria história. História de prestígio, credibilidade, entusiasmo e conquista de amizades. Absoluta cresceu. Crescer é superar obstáculos: sejam eles de alegrias e dores, derrotas e vitórias, lutas e sacrifícios, conflitos e incertezas. Absoluta anda por novos caminhos. Andar é... enfrentar o desconhecido, deixar marcas na sua passagem, se firmar com estilo e personalidade. Absoluta nasceu para ser mensageira: distribuir boas novas, dar boas dicas, documentar acontecimentos marcantes do nosso tempo, destacar os profissionais que se dedicam ao progresso das ciências e das relações humanas. A revista não abre mão da beleza interior de cada pessoa que ela focaliza. Acompanhei o seu trajeto e as suas mudanças pelas ruas e avenidas da nossa cidade. Visitei cada morada do seu destino e tomei o cafezinho gostoso com a sua equipe acolhedora, que cresceu unida, vestindo a camisa da sua marca, com a mais absoluta coragem e fidelidade. Vi revistas nascerem e acabarem enquanto a Absoluta caminhava heráldica, saltitando por entre as pedras do caminho. Recebi a honra de ser capa da "Absoluta gente" no lançamento das suas primeiras edições. Tive os meus textos, poemas e as minhas viagens registradas nas suas páginas. Sempre me senti valorizada por ela, enquanto pessoa, prestigiada enquanto artista, e sou grata pelo destaque que a revista Absoluta deu à minha trajetória existencial. Participei de enquetes da revista, ilustrações de textos, me vi entre amigos, tantas vezes, em fotos publicadas nas suas páginas sociais. Costumo chamar Betty Abrahão de Fênix... a ave da mitologia grega que, mesmo quando considerada morta, renasce das cinzas e alça vôo, pro alto, em busca das nuvens. Considero Isabelle o porto seguro desta obra que se eterniza na história de Campinas. Betty e Isabelle são "almas- irmãs" na vida e na parceria do seu trabalho. O sucesso da Revista Absoluta tem a sua origem na cumplicidade de um sonho que se desabrocha e se estende além dos limites da nossa cidade. Podemos comemorar as 100 edições em família, com a certeza de que fazemos parte desta história. Usarei as palavras de Rubem Alves [o escritor sempre destacado e valorizado por esta revista], para sintetizar a minha homenagem a toda a Equipe Absoluta: "O fato é que todos aqueles que ainda têm a ousadia de falar e escrever, acreditam, ainda que forma tênue, que o seu falar faz uma diferença... e desta crença depende o seu sono e o seu acordar..." Parabéns pela centésima edição!!!! Siga Absoluta!!!! Siga fazendo novos caminhos, ao andar...!!! Beijos
Anna Maria Badaró

 

Parabéns Absoluta!!! A revista Absoluta veio há 18 anos, e veio para ficar. Suas matérias são especialíssimas e acrescentam sempre algo a mais em nossa vida.
A cada mês, uma surpresa e uma surpresa melhor. Gosto, em particular de ver as fotos do arquivo do saudoso amigo Jamil Abrahão, que nos fazem lembrar a fase áurea de nossa sociedade.
Minhas queridas Betty, Isabelle e Gabriella herdaram os dons preciosos da grande dama de nossa sociedade, a amada Esmeralda, mãe e avó delas, pertencente à tradicional família Abrahão Aburad, para levar a frente esta magnifica ‘ABSOLUTA’”.
José Herculano Vicente

 

Entre em contato agora mesmo!


Desejo receber as novidades