02/02/18 Alegre sua casa

Quadros divertidos e coloridos dão um up na decoração

A sua casa está precisando de transformações, mas nada que seja radical, apenas uma mudança de ares? A dica é investir em quadros divertidos. Com diversas cores, tamanhos, frases ou trocadilhos, estes objetos são bem-vindos em qualquer cômodo, sozinhos ou em conjunto, para dar mais alegria à decoração.
Algumas lojas oferecem kits de quadros com apenas um tema. Mas, caso a criatividade seja aguçada, juntar vários e montar uma exposição personalizada também é uma boa ideia. Quem quiser, também pode colocar a mão na massa e fazer seus próprios produtos com a ajuda de sites que oferecem tutoriais de “Do It Yourself”.
Na nossa galeria, separamos algumas das opções mais fofas e divertidas que encontramos por aí. Confira! 


Assine nossa Newsletter



























Isabelle: a Absoluta está linda, tanto na apresentação, como principalmente no conteúdo. PARABÉNS, Betty, PARABÉNS, Isabelle!!!!!!! Emocionante o trabalho da Vera Raposo do Amaral, na maneira de administrar o legado do nosso querido, admirável e saudoso Cássio. Meus amigos J. Pedro Martins, Ciça Toledo, M. Ines Fini, e os outros colaboradores, passando um recado à altura da Revista. Tudo o mais, é curtir a vida: viajar, deliciar com os pratos sugeridos...UAU !!! Adorei !!! -  
Anna Maria Badaró 
 

Eu acompanho a Revista Absoluta desde o seu nascimento, sua infância e sua adolescência. Ao vê-la hoje, em plena mocidade, posso afirmar, sem medo, que ela sabe como construir a sua própria história. História de prestígio, credibilidade, entusiasmo e conquista de amizades. Absoluta cresceu. Crescer é superar obstáculos: sejam eles de alegrias e dores, derrotas e vitórias, lutas e sacrifícios, conflitos e incertezas. Absoluta anda por novos caminhos. Andar é... enfrentar o desconhecido, deixar marcas na sua passagem, se firmar com estilo e personalidade. Absoluta nasceu para ser mensageira: distribuir boas novas, dar boas dicas, documentar acontecimentos marcantes do nosso tempo, destacar os profissionais que se dedicam ao progresso das ciências e das relações humanas. A revista não abre mão da beleza interior de cada pessoa que ela focaliza. Acompanhei o seu trajeto e as suas mudanças pelas ruas e avenidas da nossa cidade. Visitei cada morada do seu destino e tomei o cafezinho gostoso com a sua equipe acolhedora, que cresceu unida, vestindo a camisa da sua marca, com a mais absoluta coragem e fidelidade. Vi revistas nascerem e acabarem enquanto a Absoluta caminhava heráldica, saltitando por entre as pedras do caminho. Recebi a honra de ser capa da "Absoluta gente" no lançamento das suas primeiras edições. Tive os meus textos, poemas e as minhas viagens registradas nas suas páginas. Sempre me senti valorizada por ela, enquanto pessoa, prestigiada enquanto artista, e sou grata pelo destaque que a revista Absoluta deu à minha trajetória existencial. Participei de enquetes da revista, ilustrações de textos, me vi entre amigos, tantas vezes, em fotos publicadas nas suas páginas sociais. Costumo chamar Betty Abrahão de Fênix... a ave da mitologia grega que, mesmo quando considerada morta, renasce das cinzas e alça vôo, pro alto, em busca das nuvens. Considero Isabelle o porto seguro desta obra que se eterniza na história de Campinas. Betty e Isabelle são "almas- irmãs" na vida e na parceria do seu trabalho. O sucesso da Revista Absoluta tem a sua origem na cumplicidade de um sonho que se desabrocha e se estende além dos limites da nossa cidade. Podemos comemorar as 100 edições em família, com a certeza de que fazemos parte desta história. Usarei as palavras de Rubem Alves [o escritor sempre destacado e valorizado por esta revista], para sintetizar a minha homenagem a toda a Equipe Absoluta: "O fato é que todos aqueles que ainda têm a ousadia de falar e escrever, acreditam, ainda que forma tênue, que o seu falar faz uma diferença... e desta crença depende o seu sono e o seu acordar..." Parabéns pela centésima edição!!!! Siga Absoluta!!!! Siga fazendo novos caminhos, ao andar...!!! Beijos
Anna Maria Badaró

 

Mensagem